• Percival Puggina
  • 01/10/2021
  • Compartilhe:

LUCIANO HANG E OS MACACOS VELHOS DA CPI

Percival Puggina

 

         Enquanto assistia à participação do dono da Havan na CPI, antevia que quando terminasse a sessão seria informado pela outrora grande mídia de que as coisas se passaram de outro modo. Há muito disso hoje. Você comparece, assiste, presta atenção e, mais tarde, fica sabendo em manchetes que foi enganado por seus olhos e ouvidos. Quem cometesse a imprudência de relatar conforme os sentidos lhe tornaram perceptível incorreria no crime hediondo de fake news.

Há um universo paralelo no qual tudo se desencaixa e a realidade se evade como sabonete foge das mãos em banho de cachoeira. É o universo onde vivem os mais destacados veículos de comunicação do país, partidos e organizações de esquerda, ministros do STF, o Congresso Nacional e, claro, a CPI da Covid-19 (cujo nome já é fake news porque seu objetivo é ferrar com a vida do presidente da República e ponto).

Assisti, então, boa parte da sessão em que a CPI inquiriu o dono da Havan. Quem perdeu ainda pode recuperar aqui. Valerá cada segundo. Os macacos velhos da política brasileira saltavam de um galho para outro tentando, inutilmente, capturar o empresário em pré-fabricadas narrativas. A todo instante, Luciano Hang os desconcertava com respostas corretas, surpreendentes, e uma descontraída insubmissão às pretensões autoritárias que caracterizam a conduta dos senadores oposicionistas.

De um lado, a fina ironia do inquirido, em sua expressiva fatiota verde e amarela; de outro, o deboche e a chacota, como única reação disponível no estoque de artimanhas da mesa dos trabalhos. Ora, a ironia é atributo dos espíritos livres, asas na porteira da liberdade (agauchando Vitor Hugo). O deboche é típico dos indivíduos rasteiros, aprisionados em si mesmos. Quanto mais tentavam aplicar ao inquirido seus próprios padrões, mais avultavam, mesmo não referidos, os apêndices caudais dos macacos velhos inquisidores.

Frequentemente, o senador Omar Azis, secundado pelo colega Renan Calheiros, sentindo que escorregavam de seus galhos, apelavam para restaurar as narrativas e as descarregavam sobre o empresário e todos os insubmissos como ele. Nesse momento, se erguia o vozerio do plenário para reforçar as imputações. Os ataques não correspondiam ao dito nem ao feito, mas era preciso contrapor algo para não ficar mais feio ainda.

Restou muito claro, durante todo o tempo, que a CPI tem um objetivo político e que sua preocupação passa longe da saúde pública e do contestável zelo de seus protagonistas pelo erário. Eles funcionam como metralhadora giratória, que dispara para qualquer lado onde possa servir ao objetivo dos viventes no universo paralelo. Essa metralhadora tem dois apoios retóricos: 1º) no Brasil, quem mata não é o vírus, mas o presidente e o tratamento precoce; 2º) conservadores, liberais, povo na rua, manifestações contra conduta de instituições de má conduta são antidemocráticos, exceto se forem para destituir o chefe do governo...

Absolutamente nada disso você vai encontrar em qualquer matéria da mídia militante sobre as seis horas de inquirição do dono da Havan.

Percival Puggina (76), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.


Odilon Toledo -   05/10/2021 17:12:54

O problema da elite que, a despeito do resultados das eleições, considera-se a única força legítima para governar o Brasil é simples: Bolsonaro eles podem cassar ou impedir de concorrer em 2022; mas o que farão com os hoje 57 milhões de cristãos, conservadores e patriotas que o elegeram? O problema é de demografia moral, digamos assim: os cristãos, conservadores, patriotas, sonham com um futuro melhor, pacífico, para sua pátria e por isso amam o trabalho, são adeptos da família, rigorosos no repúdio ao crime, às drogas, e nesses valores educam seus filhos, que por sua vez se casam e constituem família, têm filhos... A esquerda é niilista, considera que o Brasil, tal como existe, precisa ser destruído, despreza a religião, flerta abertamente com as drogas, questiona o casamento e a importância de ter filhos, e não consegue estabelecer nem mesmo em quantos gêneros se divide a espécie humana. As igrejas estão cada vez mais cheias, conquistando novos fiéis ou trazendo de volta os afugentados pela indiferença moral dos padres e pastores revolucionários. São dois movimentos em direções opostas, com forças absolutamente desiguais, e não é preciso ser um bom oráculo para perceber qual o resultado desse choque. O Brasil está se tornando cada vez mais cristão e conservador. E, cada vez mais, elegerá políticos cristãos e conservadores. Bolsonaro foi só o primeiro. Por quanto tempo a esquerda e seus aliados niilistas, cínicos, que desprezam a religião e o patriotismo como se fossem doenças que afetam pessoas inferiores, imaginam que controlarão o poder? Eles acreditam, realmente, que o problema é Bolsonaro e seus maus modos? Claro que não; eles sabem perfeitamente o que temem e o que odeiam. E sabem que já perderam essa guerra. Farsas como a "CPI do Covid" é o que ainda podem fazer para ferir seus inimigos. Uma batalha de Itararé encenada por derrotados, que o "véio da Havan", com sua admirável astúcia, desnudou para os brasileiros.

Luiz Gonzaga Galvão -   05/10/2021 15:41:55

Caros,o Ilustre Empresário Catarinense Luciano Hang,não nega a Raça Barriga Verde:Entrou na Sala de Cabeça Erguida e Saiu de Cabeça Erguida.Falou e Disse!Parabéns pelos seus Escritos,Professor Puggina.Parabéns!

Antonio Carlos Breder -   04/10/2021 18:35:35

Chame o VAR.Chame o VAR.Este foi o ápice dessa CPI CIRCENSE que é sem nenhuma sombra de dúvidas um dos maiores cabos eleitorais do BOLSONARO.

Flauri Migliavacca -   04/10/2021 17:23:55

Grande amigo e Professor Percival; Que lucidez de escritor verdadeiramente você possui.....Que maravilha de descrição do fato ocorrido e visto por milhões de espectadores. Só não viu deste modo a grande imprensa televisiva e escrita nos grandes jornais esquerdistas que gostam de tapar o sol com a peneira. Já me encontrei pessoalmente duas ocasiões com o Luciano Hang em hotéis em SP e te juro que desta vez fiquei com vontade de fazer um terno Igual o dele, de verde e amarelo, de tanta felicidades que ele me proporcionou, deixando o trio AZIZ, Renan e Randolfe, no maior dos constrangimentos......Uma verdadeira palhaçada que esta CPI vem fazendo, gastando dinheiro público numa investigação tão sem sentido e que o presidente do Senado, Sr. Pacheco, nada faz pra pelo menos não deixar mais o trio passar vergonha diante dos brasileiros....extinguindo-a simplesmente. Uma vergonha ver nossos recursos arrecadados pra destinos como educação, saúde e segurança, serem desviados pra alegrar estes macacos dirigentes desta CPI.

PauloK -   04/10/2021 17:18:44

Aos poucos vai se descortinando o plano para derrubar o presidente revelando com clareza meridiana seus autores. Tudo se encaixa de forma semelhante para criar uma narrativaa para cassar o Bolsonaro. Basta ver o STF interferindo diariamente para melar a governança do PR, assim como o senado e a imprensa marrom. A ultima seção da CPI foia cereja do bolo que culminou com a maior vergonha protagonizada pelo senado sob o patrocinio do STF. Caíram-se as máscaras, não há mais duvidas de quem são aqueles que atuam pela volta da cleptocracia e seu líder máximo habilitado pela suprema vergonha. O bom de tudo isso é que nada resiste ao tempo!

ALCEBIADES DA SILVA SANTOS FEITAL -   04/10/2021 17:09:30

O indivíduo que acredita que a verdade é só o que diz , não pode participar de nada, principalmente em comissão de inquérito, pois a resposta que quer ouvir é a confirmação do que disse. São pessoas autoritárias, ditadoras, sem escrúpulos e sem moral, quiçá corruptos e ladrões. São lobos em pele de cordeiro.

WILIAMS JÚLIO DA SILVA -   04/10/2021 17:01:33

????????????????????

Danubio Edon Franco -   04/10/2021 13:39:44

O artigo está corretíssimo. Essa CPI foi criada com o único objetivo de atrapalhar a gestão do Presidente da República e mais do que isso, pretendem criar obstáculos a uma possível reeleição, desgastando sua image.

Osvaldo P. Castanha -   04/10/2021 12:04:00

Perfeito. Vc é um dos poucos jornalistas honestos neste país. Parabéns!!!

EDISON BECKER FILHO -   04/10/2021 11:56:10

Não sei quem elegeu, quem designou, mas sempre tive comigo que a verdade não pode ser validade por alguma entidade, órgão, ou seja lá, quem deseja dela se apropriar. Assim também sobre seu antônimo. Cabe a algo abstrato extraído do valores vigentes na sociedade o enquadramento entre o que é verdade e o que é mentira. A seguir passo um link abordado pelo Desembargador Federal Fabio Prieto. O que ele diz mostra o que estão tentando. https://twitter.com/Biakicis/status/1282872334886604801?s=08

CLAUDIO -   04/10/2021 11:38:28

Precisamos mais dessas cpi de nada, é muito engraçado ver os idiotas atuarem. Saiu a dilma entrou aziz e cia. E a fuzarca continua.

Luiz Carlos Mandelli -   04/10/2021 11:12:57

se arrependimento matasse, Aziz e Renan poderiam encomendar o caixão. Mesmo a mídia não conseguiu denegrir Luciano Hang. A audiência da TV Senado bateu recordes. Tomara que ele seja Senador em 2023!

Ivaldo de Holanda Cunha -   04/10/2021 11:08:37

Irretocável a análise do Puggina.

Eduardo -   03/10/2021 16:43:28

Prezado Professor, o que mais posso dizer ao que foi registrado anteriormente por outros leitores? Somente agradecer pela lucidez dos textos, honestidade de pensamento e sua publicação aqui. Grato.

Luiz R. Vilela -   03/10/2021 08:22:03

Pois é! Antigamente, se dizia que "macaco velho", não mete a mão em cumbuca. e que cada macaco deveria ficar em seu galho. Mas a modernidade tem transformado o que era lógico, em aventuras nas quais os aventureiros tem se dado mal, invariavelmente. Os "macacos velhos" da CPI, não seguiram a recomendação e se deram mal. enfiaram a mão na cumbuca do " macaco velho da Havan" e se estreparam. O Luciano Hang, "deu de rêlho", como se diz no interior, pôs os mercenários da CPI no devido lugar deles, ou seja, no banco dos réus, porque todos eles, devem a justiça brasileira, que por ser cega, não os encontra para que cobrar o que lhe é devido No dia seguinte ao depoimento do dono da Havan, a midia engajada e a soldo, estava "tiririca" da vida com o empresário, pois ele não lhes deu motivo para manchetes escandalosas contra o governo. Tiveram que engolir um "sapo careca". A CPI do Azis e Calheiros, já tem encontro marcado com a "gaveta" onde se guardam as "inutilidades" produzidas em escala industrial pelos políticos que frequentam Brasília. Um dia ainda esse povo aprende a votar e a capital federal passa a ser uma cidade produtiva. .

jorge -   02/10/2021 08:46:47

Os abutres da cpi tentavam comer a vítima viva, mas foram todos derrubados com asas quebradas pela verdade, sensatez e capacidade de pensamento do veio da havan. Simplesmente foram ridículos como sempre.

HANNELORE WYRWA -   02/10/2021 01:45:25

Muito grata ao meu Deus por me permitir viver em tempos tão maravilhosos. Poder ler uma rara peça narrando, em tempo real, fatos de tamanha importância. Muito grata ao Percival Puggina por nos brindar com seus escritos

Amaro da Silveira -   01/10/2021 22:40:53

Comentário pergeito. Assisti na CPI um ser inteligente atacado por um grupo de babuínos enlouquecidos, ou trogloditas sem qualquer recurso aceitável em suas teses esdrúxulas.

jones antonio pretto -   01/10/2021 22:03:13

Foi um verdadeiro show. os símios se perderam no meio da floresta de idiotices deles mesmo.

Menelau Santos -   01/10/2021 17:44:35

Prezado Professor, Sou fã de ficções científicas e fantásticas antigas. Dentre elas destaco "Além da Imaginação" e "Jornada nas Estrelas", dois clássicos do gênero. Lendo mais um dos seus textos imperdíveis e refrescantes, cheguei à comparação perfeita para os citados alienados da realidade: "Universo Paralelo". É isso! Essas duas séries contem diversos episódios, cada um dentro de seu "modus "operandi" inimaginável, que relatam a existência de dimensões opostas às nossas, similares em sua essência, mas se contrapondo nas suas ideias. É esse povo que o senhor mencionou, STF, parte do Congresso, grande mídia e intelectuais de pensamento comprado. Pronto, Rod Serling e Gene Roddenberry explicaram o Brasil com cinco décadas de antecedência.

Zergui Pfleger -   01/10/2021 17:04:38

Me parece que estamos testemunhando, bem como sendo partícipes, de verdadeira luta entre o Bem e o Mal. Colecionamos derrotas, ao sermos vítimas da doutrinação, do aparelhamento institucional, das ações impunes dos criminosos e dos corruptos, da submissão às drogas, à omissão, à desinformação e à libertinagem. Mas também estamos contabilizando vitórias, ao se constatar que mais e mais brasileiros passaram a exercer o civismo, empunhando a Bandeira Nacional com orgulho e entoando o Hino Nacional em eventos grandiosos, que se transformaram no símbolo de nosso brado por liberdade. Estamos nos livrando das amarras da dominação midiática, mentirosa, repleta de narrativas e calúnias. Constatamos o surgimento de líderes, sejam eles humildes ou poderosos, que se manifestam em apoio crescente à iniciativa desencadeada com vigor por nosso PR Bolsonaro. Alguns já tombaram, outros se acovardaram, identificamos traidores em nossas trincheiras, mas parece que a tenacidade se consolida a cada revés, reforçada pelo otimismo a cada avanço. Ainda não é chegado o momento de comemorarmos, e nem podemos esmorecer, pois o confronto parece estar se intensificando, talvez por ato de desespero das forças antagônicas, que percebem, incrédulas, que seus planos sórdidos em ver que a capitulação de nosso País não se consolida. Espelhemo-nos, pois, nos grandes nomes que estão na linha de frente, cada qual defendendo a nossa Pátria à sua maneira; PR Bolsonaro, Luciano Hang, Percival Puggina e tantos outros. Nossa luta é para garantir a liberdade daqueles que ficarem após a nossa partida; é o nosso legado.

Jorge Camatti -   01/10/2021 16:56:51

Enquanto não tivermos o voto distrital proporcional e facultativo esses políticos, principal os do norte e nordeste, vão nos mandar. Que tipo de gente é essa: Omar Azis, Renan, Randolfe e outros? Eu não deixaria essa gente dar comida para os meus cachorros.

Taine Carlomagno -   01/10/2021 14:40:51

Excelente exposição da realidade. Só quem absorto em ideologias poderá enxergar diferente e manipular as verdades.

Suzete Dalchau -   01/10/2021 13:18:30

Prezado Percival! Acompanho suas escritas, discorre muito bem, análise perfeita. Sou apenas uma senhora, professora aposentada, com 69 anos, mas não consigo ouvir estes homens nada idôneos, querendo passar uma lisura de moralidade Não dá! Dinheiro público, nosso sendo jogado na privada, algo precisa urgente ser feito. Estes homens qdo abrem a boca, vomitam contra nós, contra o povo, contra o nosso melhor Presidente da República. Nojo!

Lúcio de Brito Castelo Branco -   01/10/2021 11:45:30

Excelente texto de apoio à verdade que é negada sordidamente pelos lacaios da facção necronarcopolítica lesa-pátria representados pelos canalhas da cpmi circense!

Wilma -   01/10/2021 11:38:36

Parabéns! Texto fantástico!

Sandrija -   01/10/2021 11:28:12

Olá, Puggina! Teus comentários são bem alinhados com q eu penso e não sei escrever. Sou seguidora sua, fã e agradecida por ver q penso na direção de suas palavras.

Aurea Cassettari Camara -   01/10/2021 10:36:30

Excelente análise! A atuação dos ilustres inquisidores foi repugnante! O inquirido, por sua vez, foi magnífico em sua postura e respostas!

Katia Medawar -   01/10/2021 10:30:15

Bom dia! Quero parabenizá-lo pelo seu trabalho irretocável e que expressa a nossa atual realidade. Muito obrigada!

Cristovao Heffner -   01/10/2021 10:30:04

Realmente, assistimos ao mesmo "espetáculo". O q vi foi como um gato brincando com uns 6 ratinhos... q ficaram tontos com a astúcia e arteirices do gato.

Marcos Antonio Oliari -   01/10/2021 10:08:22

Excelente professor Puggina!

OS CAÇA-FANTASMAS